SEU TEMPO

SEU TEMPO

Conhece alguém que agrediu tentando expressar amor? Já ficou indignado com momentos na nossa história em que o “absurdo” era normal? E já achou normal alguma coisa que hoje acha absurdo? Da imagem do homem das cavernas arrastando sua “parceira de acasalamento” pelos cabelos, passando pela inquisição, holocausto, racismo, machismo e homofobia, a régua do absurdo foi só descendo graças ao acesso à informação […]