Sem categoria

INDOLÊNCIA PROVIDENCIAL!

Na psicanálise o recalque é um mecanismo de “esquecimento” ou anulação de uma memória traumática. O recalque é importante, em certa medida, para podermos passar por situações difíceis e seguir em frente.

Na hora de fazer o post de ontem (veja ele na timeline), uma coisa me incomodou muito: a carinha triste e apática dos estudantes nas primeiras fotos. Fiquei vários minutos olhando aquilo! 😱 Carinhas desanimadas de quem está economizando energia para aguentar até 10h de malabarismos ali na frente. Fiquei muito tocado com aquilo principalmente porque as fotos foram tiradas discretamente e sem aviso, já que a nossa entrada na aula do professor foi uma surpresa.

Estava olhando para dezenas de meninos e meninas no “modo automático”. Tive a sensação de que estar ali assentado é tão indesejado que eles criaram uma espécie particular de AUSÊNCIA para sentir menos o peso dos dias para os quais não encontram sentido e mesmo assim deixar passar “porque é assim que tem que ser”. É como se o recalque (mecanismo de esquecimento) fosse uma ferramenta de sanidade.

Mais interessante foi comparar a expressão deles no início com o brilho nos olhos ao final. Claramente a maioria deles ESCOLHEU “viver” aquela experiência e “despertou” dessa espécie de “indolência providencial”. Se formos fazer as contas de quantas horas de AUSÊNCIA o estudante exercita por dia, quantas seriam as horas-não-vividas somadas ao final da vida escolar?! Não sei explicar o tamanho da minha compaixão, mas desejo que ela se transforme em combustível para a minha luta!

Que essas criaturas sejam libertadas a tempo de ver o Sol enquanto são jovens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *